O orgulho os mantém separados

Comentários

O orgulho é um traço notório do caráter de quem vive afastado do Espírito de DEUS. Ele impede o orgulhoso de se arrepender, de refazer o caminho de volta. Não só para casa, mas, principalmente, à presença de DEUS.
O orgulho mantém o olhar altivo e o coração impregnado de soberba no homem. A pessoa orgulhosa fecha-se em um mundo, onde ela é dominada apenas pelas falsas razões que a aprisionam. Ela acha que está fazendo certo, irrita-se quando é confrontada, especialmente pela Palavra de DEUS. É por conta do orgulho que muitos, ainda que se considerem errados, não buscam a quem ofendeu, a quem errou, para admitir, pedir perdão e recomeçar.
Observe o que a Palavra diz sobre a relação de DEUS com pessoas orgulhosas: “Mas Ele nos concede graça maior. Por isso diz a Escritura: Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes”(Tiago 4:6).
Salomão, no auge da sabedoria que DEUS lhe deu, escreveu: “O orgulho vem antes da destruição; o espírito altivo, antes da queda” (Provérbios 16:18)“O orgulho do homem o humilha, mas o de Espírito humilde obtém honra” (Provérbios 29:23).
JESUS CRISTO como homem, quando esteve neste mundo, deu exemplos de humildade e ensinou a todos os que queriam segui-LO como ser humilde e viverem afastados do orgulho. Certa vez, o Filho de DEUS exemplificou: “Portanto, quem se faz humilde como esta criança é o maior no Reino dos céus” (Mateus 18:4). Como DEUS, não se esquivou de, em um gesto humilde, lavar os pés dos apóstolos que com ELE iam ceiar, nem de vir ao mundo, tomando a forma de servo: “De sorte que haja em nós o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até a morte, e morte de cruz. Por isso também, Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome” (Filipenses 2:5-9).
A Bíblia ainda diz que DEUS instrui ao homem através de sonhos e visões noturnas“para preveni-lo de suas más ações e livrá-lo do orgulho” (Jó 33:17). O rei Ezequias, por muito tempo, correu o grande risco de ser abatido e envergonhado. E só não o foi porque, a tempo, reconheceu o seu erro, livrando-se do orgulho que assediava o seu coração: “Então Ezequias humilhou-se, reconhecendo o seu orgulho, como também o povo de Jerusalém; por isso a ira do Senhor não veio sobre eles durante o reinado de Ezequias” (2 Crônicas 32:26).
Quando leio esses ensinamentos na Santa Palavra de DEUS e os comparo com a realidade de muitas pessoas que se dizem igreja do SENHOR, suas atitudes, seus comportamentos, vejo quantos estão se perdendo, cegos, enganados pelas suas concupiscências, presos às suas vaidades e orgulho. O senhor dessas pessoas é o próprio EU. O coração cristão é extremamente humilde e não se esquiva, de maneira nenhuma, de ligar para o outro, de pedir perdão, de buscar o diálogo e a reconciliação; tudo por amor ao SENHOR.
O pecado, a ação de satanás na vida do cônjuge opresso, causa o repúdio, o divórcio e a destruição familiar. Mas é o orgulho que mantém o cônjuge orgulhoso separado, sem o desejo de reconciliação. Separado não só de sua casa e da sua família (contra a vontade de DEUS), mas, como disse no princípio, separado do próprio Espírito Santo.
FERNANDO CÉSAR – Escritor, autor dos livros “Não Mude de religião: mude de vida!”, “Pódio da Graça”; “Antes que a Luz do Sol escureça” e da coleção “Destrua o divórcio antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua o adultério antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua a insubmissão antes que ela destrua seu casamento”. Também é pastor e líder do Ministério Restaurando Famílias para Cristo.

back to top