Algumas coisas que realmente preocupam

Comentários

Desde quando ainda não era cristão, ouvia falar que o alvo principal do diabo é destruir as famílias. Até aí nenhuma novidade. Afinal, a família foi a primeira instituição criada por DEUS, a partir de uma relação sexual lícita aos olhos do PAI, que surgiu com o objetivo de crescer como igreja, representante de DEUS aqui na terra.
DEUS fez o casamento para o sexo, para a procriação, para o povoamento da igreja, para a expansão do Evangelho. Destruir as famílias significa comprometer o futuro da igreja, ou tornar pessoas apenas frequentadoras de templos repletos de heresias, usando máscaras, vivendo de hipocrisia religiosa. É como aquela velha máxima: “eu finjo que sou pastor e ando em santidade e você finge que é ovelha e que está buscando o Reino de DEUS”.
Portanto, a destruição familiar é algo que realmente preocupa. Assim como os altos índices de divórcio, de novos casamentos de divorciados e o enfrentamento de certos líderes em relação a esses problemas.
Tão triste quanto ser repudiado (a) é ouvir de um pastor que seu problema não tem mais jeito, que tudo já chegou ao ponto final, que não há mais esperanças de resolução.
Tão triste quanto o repúdio é ouvir de algum líder (que se diz cristão e se acha convertido) que a pessoa, que foi repudiada e vítima do adultério do cônjuge, está livre para se casar de novo, porque o cônjuge adulterou, até está vivendo com outra, constituiu nova “família”, e, sendo assim, não há mais nada a fazer, que o Poder de DEUS se esgotou nessa situação.
Imagine que o maior problema hoje enfrentado pelas denominações (que se dizem evangélicas) é a questão da dissolução familiar, infidelidade conjugal, adultério. Imagine agora quantas pessoas desesperadas adentram esses templos a procura de ajuda, de uma solução para os seus problemas, e ouvem da liderança (como quem quer confortar o ego dos repudiados) que tudo está resolvido, que não tem mais o que fazer e que, em Nome de JESUS, elas estão livres para recomeçar…
O mais fácil, o mais simples (até como forma de eliminar logo o problema) é dizer “recomece!!”.
Os templos deixaram de ser hospitais, prontos-socorros espirituais, lugar de renúncia e de oração, e passaram a ser clínicas de Psicologia (onde se usa todo tipo de artimanha para aliviar a dor do paciente e trazer-lhe falsa esperança).
A porta espaçosa, a qual se referiu JESUS, é essa: o caminho mais fácil, menos doloroso, a cura emocional por meio de estratégias estranhas à Santa Palavra de DEUS.
O caminho estreito é aquele em que se diz que casamento é apenas um, que nem adultério nem divórcio desfazem a aliança espiritual, matrimonial, testemunhada por DEUS, que a pessoa, vítima o repúdio e do adultério do cônjuge deve dobrar os joelhos, orar, e aguardar, com paciência, pela resposta do SENHOR. Esse caminho estreito é muito doloroso e são poucos os que querem entrar por ele.
Há algumas coisas que, ao lermos na Bíblia e compararmos aos dias de hoje, realmente preocupam mais que o repúdio e a destruição familiar.
Toda doutrina neotestamentária diz que igreja não é templo, mas pessoas e que DEUS não habita em templos feitos por homens (Atos 17:24). Demonstra claramente que JESUS vem buscar a um povo, remido e lavado pelo Seu Sangue, e que perseverou pelo caminho estreito, que renunciou às próprias vontades, a si mesmo, tomou a cruz e seguiu-O (Mateus 16:24-27).
A Bíblia diz que nem todo o que diz “Senhor, Senhor!” reinará no Reino de DEUS (Mateus 7:21-23), que aparecerão no meio do povo e DEUS falsos líderes, falsos profetas, que introduzirão falsas doutrinas e falsos ensinamentos, para agradar as suas próprias concupiscências (2 Timóteo 4:3-4), vestidos de ovelhas e que, se possível, enganarão até os escolhidos de DEUS (Mateus 24:24). Isso é o que realmente preocupa porque no meio da igreja verdadeira do Senhor JESUS há frequentemente esse tipo de pessoas.
Vivemos um tempo em que a sã doutrina não nos impressiona mais, mas a venda de CD’s e DVD’s, a operação de sinais e prodígios apenas, a fama, o amor ao dinheiro, o falso emocionalismo, que de verdadeiro pentecoste não tem nada.
Denominações religiosas são o lugar certo para as heresias, a hipocrisia religiosa e a morte espiritual. E o que ocorre dentro delas não é exceção, não é um fato isolado aqui e acolá, mas regra geral. Quase todas as denominações religiosas estão contaminadas de doutrina de demônios. Não tenho nenhum receio nem medo de escrever e afirmar essa verdade. Em quase todas há homens e mulheres sendo elevados ao cargo de pastores, presbíteros, obreiros, pessoas chamadas para cuidar de ovelhas, porém escravas do pecado, da mentira, do adultério, tudo com a conivência os superiores. É muito triste o tempo em que estamos vivendo…
Já imaginou um homem casado, vestindo terno e gravata, com a Bíblia aberta, em um púlpito, pregando a Palavra de DEUS, exortando os irmãos a serem santos, mas, no entanto, sem nenhum temor a DEUS, preso a uma prostituição, que olhos humanos não veem?…
DEUS contempla o coração dos poucos homens sinceros que existem que, embora sejam falhos (como Paulo, Davi, Moisés, Abraão, Pedro e todas as demais grandes pessoas da Bíblia foram), possuem um coração temente, sincero, que busca a libertação dos problemas que os afligem. DEUS contempla os que realmente são sinceros…
Igreja do SENHOR, é tempo mesmo que todos os escândalos venham, surjam, estejam brilhando diante dos nossos olhos, para que a volta de JESUS se apresse a cada dia mais. Porém, fiquem alerta para que a esperança de salvação e vida eterna, para que o Amor não esfrie em vossos corações e que vocês encontrem força para perseverar até o fim.
Não se entreguem à guerra, às batalhas!! Sejam soldados valentes que, embora os olhos humanos não vejam nenhum sinal de vitória, mas, mesmo assim, não deixam de lutar, de prosseguir, enquanto a resposta de DEUS não vier para as suas vidas.
É melhor estar no meio de uma luta espiritual, com lágrimas e dor, dentro de um caminho super estreito, e ao final herdar o Reino de DEUS, do que fugir à luta, à batalha, entregar os pontos para viver uma vida tranquila, de felicidade, viver todos os prazeres desse mundo, mas, ao final, estar eternamente no lago que arde com fogo e enxofre.
Pense nisso e que DEUS o (a) abençoe!!
FERNANDO CÉSAR – Escritor, autor dos livros “Não Mude de religião: mude de vida!”, “Pódio da Graça”; “Antes que a Luz do Sol escureça” e da coleção “Destrua o divórcio antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua o adultério antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua a insubmissão antes que ela destrua seu casamento”. Também é pastor e líder do Ministério Restaurando Famílias para Cristo.

back to top