O diabo é um mentiroso previsível

Comentários

Costumo dizer em minhas explanações pelo Brasil que o diabo (assim mesmo com letra minúscula, porque nem escrevendo dou autoridade a ele) é totalmente previsível em tudo que faz. Senão vejamos se isso não é verdade.
Ninguém discute que o alvo maior de satanás é a família. Atingindo a família, ele sabe que compromete o futuro da igreja e da ordem social. Vivemos em um verdadeiro caos em uma sociedade dilacerada, perdida, porque as famílias foram esfaceladas, destruídas, os casamentos não foram respeitados e mantidos; e muitos se deram em novos casamentos (adultério). Isso também se deu com as igrejas. Elas seguiram o mesmo caminho e hoje estão repletas de adúlteros. Daí a razão de um evangelho hipócrita que anunciam, coberto de interesses humanos, onde as pessoas enchem os templos sedentas apenas das bênçãos, sem se importarem com a obediência à Palavra de DEUS. Pessoas, digo de passagem, sem vida espiritual, mortas, muito iguais às pessoas do mundo. Quer fazer o teste para saber se uma determinada igreja é mesmo comprometida com o SENHOR JESUS? É simples. Basta reservar um dia para ministrar sobre a verdadeira doutrina do casamento, o único, o primeiro; e que segundas uniões constituem adultério. Depois, anuncie que ali só ficará quem quiser consertar a vida com DEUS. No outro dia, haverá apenas meia dúzia de ovelhas pingadas (e sinceras)…
O certo é que o diabo quer destruir as famílias e não mede esforço para que isso aconteça.
O primeiro passo para atingir os objetivos dele é dominar a mente de um dos cônjuges, fazendo-o acreditar que o casamento acabou e que não existe amor nem desejo sexual pelo companheiro. O diabo atinge, em primeiro lugar, a área sexual. É grande o índice de abstinência sexual entre os casais licitamente casados aos olhos de DEUS. Maridos que procuram a esposa esporadicamente, de vez em quando… e quando procuram. Há casos de abstinência total mesmo. Meses sem nenhuma relação sexual. Paulo escreveu “não vos defraudeis um ao outro… para que satanás não vos tente…”
Não é à toa também que muitos casais, casados pela segunda vez, que frequentam templos cristãos, aos nossos olhos estão bem e felizes, até fazendo a obra de DEUS, como se vivessem uma vida agradável a DEUS. Nesses, o diabo não tem interesse algum de tocar, porque eles já são do maligno, já vivem enganados pelo adultério. Você conhece o texto em Mateus 7:21-23? Essas pessoas estão enquadradas na realidade desses versículos.
O diabo conhece bem a Palavra de DEUS. Muito mais que eu e você. Por isso, interesse dele é destruir a unidade sexual do casal, a “uma só carne”, que DEUS uniu. Esfriando sexualmente o casal, ele vai a busca de novos objetivos.
O segundo passo é separá-los definitivamente, tirar o opresso de dentro de casa. O diabo tem sede pela alma dos dois, tanto pela alma de quem repudiou como pela alma do repudiado. Se ambos não forem cristãos, cada um vai aceitar a situação mentirosa de forma natural e vai buscar novos horizontes de felicidade pessoal. Vão, na verdade, se tornar adúlteros para DEUS. Morrendo na prática do adultério, estão sentenciados ao inferno. Em Manaus, tive a oportunidade de ministrar a Palavra de DEUS sobre casamento a uma mulher, que estava “casada” no Civil pela segunda vez e vivendo com um homem há mais de 20 anos. Até filhos envolvidos havia. Na mente opressa dela, aquele agrupamento ilícito é a família que DEUS uniu e, assim, não há razão alguma de os dois separarem. Tempo de convivência, filhos envolvidos, nada disso constitui casamento para DEUS. Também fiz um atendimento por telefone a uma mulher que lutava pela restauração do adultério dela. Quando expliquei que o casamento verdadeiro era o primeiro, onde ela já estava separada há muito tempo do legítimo marido, ela me respondeu: “pastor, mas não amo mais meu primeiro marido. Amo, sim, esse segundo”. Nenhum casamento cristão é caracterizado por aquilo que ambos sentem. Duas pessoas podem perfeitamente se odiarem e se darem em um casamento lícito aos olhos de DEUS. O grau de opressão e de mentira que o diabo introduz nas pessoas é algo inacreditável. E quem não busca o SENHOR DEUS, O SENHOR os entregará à dureza e à concupiscência do coração. Preste bem atenção: O SENHOR DEUS OS ENTREGARÁ.
Em alguns casos, a pessoa que repudia jura de pés juntos que não está com nenhuma outra pessoa. Mentira!! Toda separação se dá por conta de um adultério semeado, inicialmente, no coração, como bem disse JESUS. Se não imediatamente, com certeza adiante desabrochará. Quando o repudiado não aceita a separação, tende a sofrer, a fazer as coisas de forma errada, na carne, no calor das emoções e do sofrimento. Alguns tentam até se matar. Observe: o diabo não perde mesmo tempo. Age na vida de um e de outro. O sofrimento na vida do repudiado termina no dia em que ele descobre o que verdadeiramente está por trás disso tudo (ação do diabo) e se posiciona corretamente.
O terceiro passo. A pessoa que repudia está com a alma e coração presos à mentira do diabo. Logo satanás vai lhe apresentar uma mulher ou um homem mais novo e mais formosa (o) na aparência que o cônjuge. Em alguns casos, bem mais novo, e com características, aparentemente, maravilhosas, impressionantes. “Foi DEUS quem me deu”, diz o cônjuge adúltero, enganado pelo diabo. Esse “deus” nunca dá uma mulher ou um homem 30, 40 anos mais velho, sem dente, torto, sem beleza exterior alguma. Já percebeu isso? Esse “deus” sempre dá um banquete do inferno: uma pessoa aparentemente mais compreensível, carinhosa, muito “melhor” de cama que a esposa ou o marido etc. Tudo no começo, para o diabo, são flores. Afinal, o que o diabo deseja mesmo é enganá-lo cada dia mais, prendê-lo, amarrá-lo espiritualmente. E para isso vai usar uma arma quase fatal: a cama, o sexo ilícito. O sexo ilícito é mais sujo, depravado, imoral, que um ser humano possa imaginar. O que o diabo faz entre duas pessoas perdidas na cama é algo deprimente. Elas passam a viver presas sexualmente uma a outra, buscando um prazer sem limite e sem pudor. É sexo sujo mesmo, demoníaco.
Nesse período, o cônjuge adúltero trata o cônjuge repudiado com frieza, indiferença, muitas vezes com grosseria, estupidez. Mas quando chega a hora de pedir o divórcio…
Bem, nesse momento, as coisas mudam radicalmente. O endemoniado passa a se vestir de anjo de luz. O diabo quer consolidar o divórcio, então, precisa usar de outra estratégia. Chega de grosseria. Com estupidez, o diabo não vai conseguir nada com o cônjuge repudiado e que busca em DEUS a restauração familiar. Então, o adúltero vai se aproximar de mansinho, educado, falando em manter a paz, que não é porque o casamento acabou, que ambos agora têm que partir para o litigioso. Esse é o argumento mais imbecil, mais diabólico, que já ouvi! Casamento acabado e manter uma boa educação, respeito; se possível, até serem amigos. Preste atenção: DEUS te fez marido ou esposa para coabitarem sexualmente. Não fez para serem amigos. Outra mentira de satanás.
Quarto passo. Todas as vezes que o repudiado vê o cônjuge adúltero, este procura demonstrar estar bem, feliz, de bem com a vida, sempre sorridente. É uma estratégia que satanás lança na mente do opresso. É uma forma também de enganar e de abater aquele ou aquela, cuja esperança está na restauração familiar. Como um sinal, um alerta: “desista, não tem mais jeito, não vê que ele (a) está super bem?”
Quinto passo. No processo de separação de bens, o diabo vai usar de tremenda covardia. O cônjuge repudiado se não estiver bem emocionalmente e espiritualmente pode entrar em uma grande armadilha: querer dar tudo, deixar tudo, de mãos beijadas, para o cônjuge adúltero. É um estágio difícil, delicado, que poucos têm a capacidade de racionalizar, de pôr a razão acima da emoção. Se tem que ser dividido, tudo será então meio a meio. Não abra mão do que lhe pertence por direito. Não queira dar uma de bonzinho ou de boazinha para o diabo. Ele quer te deixar na lama. Se você se submeter à Justiça dos homens, tudo será dividido meio a meio; e a parte que lhe couber, DEUS te fará prosperar muito mais. O cônjuge adúltero, que ficou com a outra parte, vai ser tragado e falido pelo diabo, porque, na verdade, satanás não é amigo de ninguém.
Sexto passo. Se o cônjuge repudiado tentar fazer algo com as próprias forças, tende a se decepcionar muito mais. Se tentar doutrinar o opresso, dizendo que está longe de DEUS, mostrando na Bíblia, vai ouvir a seguinte frase: “isso é comigo e com DEUS. Não interfira nisso”.
Sétimo passo. Desvincule-se totalmente do cônjuge adúltero, respeitando a liberdade dele de querer pecar, desagradar a DEUS. Mas cuidado com o seu coração. Não deixe reservas de ódio, de impiedade, de mágoas etc. Liberte o seu coração. Ore por aquele que está sendo enganado e oprimido por satanás. Apenas ore e jejue. Nada de olhar para o que ele está fazendo nem ouvir o que ele está dizendo. Desvincule-se! Posicione-se! Faça de conta que você é viúvo (a) de esposa (marido) viva (o). Desvincular-se totalmente é entregar a causa a DEUS e se preservar espiritualmente dos ataques do diabo. Outra expressão que costumo usar: seja um cristão blindado. Só entra em seu coração o que vier da parte de DEUS. Não deixe de usar a aliança; quando for preencher alguma ficha, mesmo se estiver divorciado (a) para a lei dos homens, diga que é casado (a); feche a sua boca totalmente e ande na contramão daquilo que o diabo está fazendo.
Sabe qual será o final de tudo isso? O que antes chorava, estará forte no SENHOR JESUS, com a vida salva, produzindo frutos para o reino de DEUS. O que se sentia feliz com a (o) adúltera (o), vai sucumbir na miséria do pecado, da desgraça, da podridão, da lama do engano. É no fundo do poço que as escamas do pecador vão cair dos seus olhos e ele vai conhecer a glória de DEUS.
Afinal, tudo o que o diabo fez na minha vida outrora, é a mesma coisa que ele faz na vida do cônjuge opresso. Ele não muda; é totalmente previsível. No princípio, quando estava com JESUS, eu tinha nojo de uma série de coisas que, adiante, já nas mãos do diabo, passei a fazer. Sei de cada caminho, de cada detalhe, de cada artimanha ou estratégia que ele usa. Ele quis destruir a minha vida, mas o SENHOR DEUS me resgatou do fundo do poço, em uma situação, em que todos diziam não ter mais jeito.
Sabendo tudo o que o diabo faz e como faz, fica mais fácil nos revestirmos das armaduras celestiais e atravessarmos o deserto sem sofrimento. Você está diante de uma guerra espiritual, por isso, precisa ter fé e muita sabedoria para vencê-la em CRISTO JESUS.
Confie no SENHOR DEUS, porque maior é Aquele que está com você do que aquele que está com o adultério e a morte. Pois o Nosso JESUS VENCEU A MORTE e o diabo.
 FERNANDO CÉSAR – Escritor, autor dos livros “Não Mude de religião: mude de vida!”, “Pódio da Graça”; “Antes que a Luz do Sol escureça” e da coleção “Destrua o divórcio antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua o adultério antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua a insubmissão antes que ela destrua seu casamento”. Também é pastor e líder do Ministério Restaurando Famílias para Cristo.

back to top