Testando o Estresse no Casamento

Comentários

O teste a seguir divide nosso sistema de crenças em quatro categorias: perfeccionismo, controle, busca em agradar aos outros e habilidade. Qual é o seu sistema de crenças? Aquilo em que acreditamos poderá afetar a maneira como agimos ou reagimos diante das circunstâncias da vida. O sistema de crenças a seguir pode não ser sua norma padrão de pensar, mas, talvez, seja um padrão no qual você caia quando está sob estresse.
Responda, honestamente, às perguntas abaixo. Parte do estresse que você experimenta no casamento é resultado de seu sistema de crenças?
Perfeccionismo
• Você se pressiona ou ao seu cônjuge em busca de conquistas?
• Você, freqüentemente, critica ou culpa o seu cônjuge ou a si mesmo?
• Você luta contra a decepção em si mesmo ou para com o outro?
• Não importa o que você faça, parece que nunca é um cônjuge bom o suficiente?
Controle
• Você acha que a falta de controle é um sinal de fraqueza ou de fracasso?
• Você precisa estar sempre no controle, o que também pode incluir o controle de seus sentimentos?
• Você assume as atividades em casa ou se sente incomodado por seu cônjuge assumi-las?
• Você se preocupa em como as pessoas pensam do seu casamento?
Busca agradar aos outros
• Sua auto-estima depende da opinião que o seu cônjuge tem a seu respeito?
• Você, por vezes, evita realizar tarefas em casa por temer desapontar seu cônjuge?
• Você se sente melhor cuidando das necessidades de seu cônjuge ou de seus filhos do que de si mesmo?
• Você guarda os sentimentos negativos para si a fim de evitar desagradar seu cônjuge?

Habilidade
• Você sente que nunca poderá satisfazer as expectativas do seu cônjuge?
• Você deixa as decisões com o seu cônjuge por achar que a sua opinião não é suficientemente boa?
• Você não se sente capaz para ser um bom cônjuge?
• Quando seu cônjuge o/a elogia você acha que ele/ela está mentindo?

Releia sua resposta. Se você respondeu afirmativamente a qualquer das perguntas acima, você encontrou uma área que pode impedir que você experimente o casamento que Deus planejou. Nosso sistema de crenças afeta o nosso comportamento e portanto os nossos relacionamentos.
Dennis Rainey, da Home Builders, disse “Boa parte da pressão que sentimos a cada dia é inevitável – faz parte da vida. Mas as decisões que tomamos em resposta a essa pressão são cruciais. Nós podemos tomar decisões que reduzem a pressão e nos ajudam a lidar com ela. Ou podemos tomar decisões que tornam a pressão ainda pior.”
Quando caímos nas armadilhas do perfeccionismo, do controle, da busca em agradar as pessoas e da habilidade, nós deixamos de agir para somente reagir.

Tempo para Refletir
Mateus 6:25 -34 “Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes? Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves? Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida? E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam. Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé? Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal”.

back to top