Oração para guerrear

Comentários

Faça esta oração e tome posse da proteção do Senhor para expulsar o inimigo
Resisto, na autoridade de Jesus, meu Senhor, aos principados, potestades e forças organizadas do mal nas regiões celestes, pois tu, ó Pai, adestras as minhas mãos para a batalha e os meus dedos para a guerra. Com teu auxílio dou uma tropa; contigo salto uma muralha. Pois adestras as minhas mãos para a peleja, de sorte que os meus braços vergam um arco de bronze.
Também me deste o escudo da tua salvação; a tua mão direita me sustém, e a tua clemência me engrandece. Alargas o caminho diante de mim, e os meus pés não resvalam. Persigo os meus inimigos e os alcanço; não volto senão depois de tê-los consumido. Não são inimigos de carne e sangue; são espíritos malignos reais. Com as armas espirituais que me dás, atravesso-os de modo que nunca mais se levantarão; caem debaixo dos meus pés. Pois me cinges de força para a peleja; prostras debaixo de mim aqueles que contra mim se levantam.
Proclamo com ousadia e confiança, na autoridade da tua Palavra, que não pode mentir, que nenhuma arma forjada contra mim prosperará; e toda língua que se levantar contra mim em juízo, será condenada. Esta é minha herança e de ti procede minha justificação.
Porque fiz de ti, Senhor, meu refúgio e minha habitação, nenhum mal me sucederá; praga alguma chegará à minha tenda. Teus anjos, espíritos ministradores, estão trabalhando a meu favor mesmo quando faço a ti minha oração. Dar-lhes-ás ordens especiais a meu respeito para me acompanharem, defenderem e preservarem em todos os meus caminhos (de obediência e serviço). Eles me sustentarão nas suas mãos, para que meus pés não tropecem em alguma pedra. Pisarei o leão e a áspede; calcarei aos pés o filho do leão e a serpente (espíritos satânicos). Tu, Senhor, me livrarás e por-me-ás num alto retiro, porquanto te amo e tenho conhecido o teu nome.
Não temo os terrores da noite, nem a seta que voe de dia, nem demônios que andam na escuridão, nem mortandade que assole ao meio dia. Mil destes demônios cairão ao meu lado e dez mil a minha direita, e passarei livremente e não serei atingido, pois estou abrigado em ti. Já os derrotei e os venci, porque maior é aquele que vive em mim, Cristo Jesus, meu Senhor, na pessoa do seu Espírito Santo, do que aquele que vive no mundo.
Pai, eu me fortaleço em ti, e na força do teu poder. Tua Palavra permanece em mim e tenho vencido o maligno e ele não tem mais autoridade de me tocar, porquanto sou nascido de ti e me guardas. Por isso também venço o mundo, com sua massa de pensamentos, conceitos, princípios e filosofias; e esta é a vitória que vence o mundo: a minha fé em ti, meu Deus, e na tua Palavra, que não se aparta da minha boca e do meu coração.
Também venço o pecado, Senhor. Bem sei que meu velho homem foi crucificado com Cristo, para que o corpo do pecado seja desfeito e eu não sirva mais ao velho patrão do pecado. Ele não tem mais domínio sobre mim. Meus membros são agora servo da justiça, a seu serviço, para a santificação. Estou liberto do pecado, e feito teu servo, Senhor, tendo o meu fruto para a santificação e por fim a vida eterna. Em Cristo, sobre o diabo, a carne, o mundo e o pecado, sou vencedor.
Graças te dou, Pai santo, porque posso viver este novo dia na tua presença, trazendo nos meus lábios e em meu coração uma confissão de fé e louvor: a ti, ó Deus, que és poderoso para me guardar de tropeçar, ou cair e apresentar-me ante a tua glória, imaculado em triunfante júbilo e exultação – com indizível deleite – a ti, o único Deus, meu salvador, por Jesus meu Senhor, glória (esplendor), majestade, domínio, poder e autoridade, antes de todos os séculos, e agora, e para todo o sempre. Amém.
:: Valnice Milhomens
Informações a respeito do poder da oração: (31) 8458-9025 – Pr. Joaquim.

back to top