Pessoa certa pra casar?

Comentários

ELA É A PESSOA CERTA PRA EU CASAR?

Antes de prosseguir com as 5 Linguagens do amor, gostaria de dar uma pincelada num assunto que interessa a namorados e noivos. Vejam bem, é apenas uma pincelada, mais pra frente completo a pintura, rs. Aos casados, é uma leitura que também vale a pena!

Muitos casais de namorados e noivos se perguntam: Como vou saber se ele é ou não a pessoa certa para eu casar? Não sou vidente, mas posso dar algumas dicas pra você errar o menos possível nesta escolha. Não acho que seja legal persistir num relacionamento sem futuro. Quanto mais tempo juntos, mais difícil será para romper, pois os laços emocionais aumentam a cada dia que passa.

Analise cada questão abaixo com seu namorado e exponha o seu modo de pensar. Talvez a conversa dure alguns dias, mas será um investimento valioso! Muitos casamentos não teriam trazido tanta dor ou até acabado em divórcio se os namorados/ noivos tivessem tido maturidade para discutir as seguintes questões:

Vida financeira - como o seu namorado/noivo tem lidado com o dinheiro?  Quando casarem, terão uma conta conjunta (aconselho que sim!)? Caso não, dividirão as despesas e cada um fará o que quiser com o que sobrar? Irão poupar alguma porcentagem do salário mensalmente? Para que fim? Você acha que devem separar por mês algum dinheiro para doações, caridade e ofertas? E quanto você pretende gastar com prazer pessoal (roupa, sapatos, acessórios, livros, filmes, viagens, restaurantes, cabelereiro, etc.)? É muito difícil estipular um valor exato, mas dá para ter uma idéia do que seu namorado(a) pensa a respeito. Existem mulheres que não ficam um mês sem comprar um sapato novo e homens que alugam filmes toda semana (mesmo sem dinheiro na conta). O que acham disso? Terão cartão de crédito para todas as compras, apenas as parceladas ou aquelas acima de um valor "x"? Pretendem pagar plano de saúde? Que tipo?

Profissional - Quais são os seus planos de vida profissional? Pretende fazer faculdade, pós, mestrado, etc.? Se sim, acha que isso vai afetar no tempo que tiverem juntos? Você acha que a esposa deve continuar trabalhando quando os filhos nascerem? Sonha em fazer cursos extra-curriculares, como inglês ou espanhol? Pretende parar de estudar? Costuma trabalhar aos fins de semana e feriados? O que isso poderá afetar no relacionamento? Viajaria ou mudaria de cidade por causa de um emprego?

Relacionamento com os pais - observe como seu namorado(a) interage com os pais, principalmente nos momentos de conflitos. Existe respeito, gentileza ao falar, carinho? Costuma mentir? É bem possível que depois de alguns meses de casado, ele(a) a(o) esteja tratando da mesma forma. Pode acreditar!

A família - com qual frequência pretendem visitar os pais? Qual a distância da casa dos pais que irão morar depois de casados? Como farão nos feriados e datas comemorativas: dia das mães, dos pais, páscoa, natal e ano novo? A família do seu pretendente costuma chegar na casa das pessoas de surpresa? Você se sente confortável com isso? Existe um bom relacionamento da sua família com a dele? Caso não, como farão nos aniversários?

Religião - Conversem sobre as crenças e religião de cada um, no que crêem e deixam de crer. Caso frequentem alguma comunidade, o que pretendem fazer depois de casados? Frequentarão a mesma igreja? E quando vierem os filhos, que religião gostariam que seguissem? Se na sua igreja existem trabalhos semanais, vocês frequentarão depois de casados? Juntos ou separados? Quantos dias por semana?

Filhos - Com que idade pretendem ter filhos? Quantos filhos? Um dos dois pretende abrir mão do emprego para cuidar das crianças? Caso não, as crianças ficarão com a vovó (qual delas?), escolinha ou babá?Que tipo de ajuda você espera do seu cônjuge nos cuidados com os filhos? Que valores e ensinamentos pretende passar à eles? Frequentarão escola particular? Cursos extras?

Tarefas de casa - Como será feita a divisão de tarefas depois que casarem? O que você acha que compete ao homem e a mulher? Caso os dois trabalhem fora, contratarão uma diarista? Ela vai passar as roupas (o que normalmente acresce no valor)? Quem ficará responsável pelas refeições, compras e feira da semana? Lembro que uma vez discuti com o Felipe na época de namoro sobre quem deveria lavar a cueca, o homem ou a mulher. Parece besteira, mas se não houver um acordo até nas pequenas coisas, o desgaste será enorme!

Amigos/ Curtição - se vocês possuem apenas amigos em comum e costumam participar dos mesmos eventos, esse ítem fica fácil de discutir. Mas aconselho que façam as seguintes perguntas: Depois que casarmos, você gostaria de continuar saindo sozinho com seus amigos? Toda semana, uma vez por mês? Caso sim, terei o mesmo direito sem que haja discussão? Quais os amigos que você não gostaria que eu continuasse tendo contato e vice-versa? Quais os lugares que você considera inaceitáveis para pessoas casadas? Teremos tempo para os hobbies pessoais? Quando? Quais são eles?

Vou parar por aqui... Você pode achar tudo isso um absurdo, mas confie no que estou dizendo, se conseguirem entram num acordo sobre cada tópico colocado, irão evitar MUITA DOR E SOFRIMENTO! Se você pensa que dá pra resolver tudo depois de casados, está redondamente enganado! Não achem que a aliança na mão esquerda vai fazer uma mágica, pois não vai.

Sugiro que discutam um tópico por vez e caso percebam que a visão de vocês é muito diferente, repensem o relacionamento. Uma hora ou outra tudo isso virá a tona, e se já houver um acordo antes do casamento, será muito mais fácil de resolver. Mas caso haja conflito antes, a tendência é piorar... É claro que não é possível que concordem em todos os ítens, mas é possível haver concessões de ambos os lados para que cheguem num acordo.

E mais importante do que tudo isso, é deixar que Deus esteja no controle da sua vida, inclusive nessas questões. Peça a Ele que te oriente, te direcione e derrame sabedoria sobre a sua vida. Que pai daria pedra a um filho que pede pão? Deus tem o melhor pra você, não quer que sofra. O grande problema é que muitas vezes queremos tomar decisões sem consultarmos a Ele. Queremos respostas rápidas e imediatas. Antes de assumir um compromisso, coloque diante de Deus, pergunte se esta é realmente a Sua vontade e... ESPERE! Um bom sinal, é quando os pais desaprovam (ou aprovam) o relacionamento, 99,9% das vezes eles estão certos.

É simplesmente maravilhoso estar casado com a pessoa que ama e dentro da vontade de Deus!  . Os atritos serão inevitáveis, afinal, são dois seres humanos pecadores e falhos... não tem como ser perfeito. Mas muitos conflitos podem ser evitados, inclusive o divórcio. Estou te dando o caminho pra isso, topa dar o primeiro passo?

Fonte de pesquisa: O que não me contaram sobre o casamento mas que você precisa saber - Gary Chapmann - Ed. Mundo Cristão
fonte salve meu casamento

back to top