O diabo precisa de legalidade para entrar e destruir

Comentários

«Mas temo que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos entendimentos e se apartem da simplicidade e da pureza que há em Cristo.» II Coríntios 11:3
Assim como Adão e Eva nós estamos numa posição espiritual favorável, ao ponto de o maligno não puder tocar-nos ou causar-nos dano ou prejuízo. Aleluia.
Se ele pudesse já o teria feito há muito tempo, mas se não o fez é porque não pode.
Revelação: Somos o que Jesus é, estamos onde ele está e temos o que ele tem.
  • Somos santos, justos, reis, sacerdotes, filhos, senhores… como Cristo é, sendo ele a cabeça deste corpo que é a Igreja.
  • Estamos sentados em lugares celestiais juntamente com Cristo, reinando em vida por ele, pois nos tornamos um só espírito com o Senhor.
  • Temos a vitoria que ele alcançou sobre a morte, sobre o Diabo e o pecado e o direito à herança do Pai, pois somos co-herdeiros de Cristo.
Satanás necessita legalidade para agir, adquirir o direito de puder estabelecer a sua vontade na vida da pessoa. Por tal somos nós que damos a permissão a que ele destrua.
A legalidade é dada quando quebramos os princípios espirituais da Palavra. Fora da escritura damos lugar ao Diabo, damos legalidade para fazer a sua obra na nossa vida.
É por isso que ele vive rodeando-nos e rugindo buscando quem possa tragar, ou seja procurando cristãos que lhe concedam a legalidade de agir em suas vidas, por causa da desobediência à Palavra.
«Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar.» I Pedro 5:8
A sua ação é usar estratégias de engano, para tentar semear na nossa mente pensamentos que põe em causa a Palavra, estabelecendo dúvidas, confusões, fazer agente curtir coisas que antes odiávamos, prostituir, e depois te deixar na lama, sozinho parceiro, é o plano dele , ele nunca para de tentar destruir seus sonhos e família principalmente e colocando medos em nós.
Nunca desista de Jesus, a vida é muito além dessa aqui, a vontade dele é sempre a melhor escolha, escolha Jesus sempre, temos que ter o padrão de Deus. Deus não muda.

Pensamentos que desvalorizam as leis de Deus e a sua autoridade, fazendo-nos crer que podemos negociar a nossa obediência ao Senhor.
Foi precisamente isso que ele fez com Eva, quando na serpente veio tenta-la, levando-a a duvidar, se o que Deus havia falado era de facto assim, confundindo a sua mente em relação à autoridade da lei que havia sido estabelecida.
«Disse a serpente à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que comerdes desse fruto, vossos olhos se abrirão, e sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal.» Génesis 3:4-5
Enquanto Eva foi firme nos seus pensamentos, ela não pecou, mas quando os pensamentos malignos se estabeleceram na sua mente, depressa caiu em transgressão e descobriu que afinal a PALAVRA era absolutamente fiel e a desobediência tem um custo muito alto na vida da pessoa.
Satanás que até ai não tinha autoridade para destruir absolutamente NADA no mundo de Adão e Eva, nem tão pouco uma flor, recebeu a legalidade de agir com liberdade por causa do pecado e trouxe morte, roubo e destruição.
«E disse-lhe: Dar-te-ei toda a autoridade e glória destes reinos, porque me foi entregue, e a dou a quem eu quiser.» Lucas 4:6
Assim, quando uma mente fica presa por pensamentos, ideias malignas, que produzem confusão, medo, dúvida, desacreditando a escritura, depressa essa pessoa acaba por cumprir a vontade do maligno.
Temos assim uma batalha na mente, contra o maligno, que porque necessita de legalidade para agir, vai tentar de toda a maneira nos levar a sair da nossa posição em Cristo, sobre a Palavra, forçando a nossa desobediência.
QUATRO ATITUDES QUE NOS AJUDAM A VENCER ESTA BATALHA:
1. Creia que o Diabo é sempre mentiroso e que só a Palavra é verdadeira.
Satanás nunca se firmou na verdade, é o pai da mentira, mentir está-lhe no sangue, como na história do escorpião e da tartaruga.«Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso e pai da mentira.» João 8:44
Por isso não podemos jamais confiar nele, nem nas palavras daqueles que estão ao seu serviço, porque não sabe falar verdade, sempre acaba por usar a arma da mentira.
2.Obedeça sempre à Palavra, não argumente com ela.
A obediência ao Senhor não se negocia. Deus não abre mão, para nosso bem, da nossa obediência, pois somente ela pode guardar a nossa vida das ciladas do maligno.
Obediência tem que ser absoluta e perdemos em questionar o que o Senhor diz e manda. Aprenda que ele tem sempre razão, mesmo quando não entendemos as suas ordens.
3. Cuide da sua mente, alimentando-a com as verdades de Deus.
A nossa mente necessita de ser alimentada e o maligno tem tanto alimento envenenado, estragado para a mente das pessoas hoje.
O mundo está cheio de pornografia, escritos sobre ciências ocultas, novelas e filmes sobre violência, destruição familiar, adultérios, prostituição, má educação de filhos…
Nós necessitamos de tomar cuidado com o que deixamos entrar na nossa mente, porque isso pode determinar bênção ou maldição na nossa vida… é uma questão de legalidade.
4. Obrigue os seus pensamentos a estarem de acordo com a Palavra do Senhor.
O cristão tem a mente de Cristo, logo o maligno não pode possuir a sua mente. Quem não consegue exercer domínio nos pensamentos, necessita de libertação espiritual.
Temos que obrigar os nossos pensamentos a estarem alinhados com a Palavra de Deus e isto implica num esforço, numa acção determinada para não permitir fantasias pecaminosas, ideias de derrota, pensamentos de baixa auto estima e coisas semelhantes, que sabemos que não provêem do Pai.
Temos armas espirituais que nos ajudam a vencer esta batalha, temos que usa-las.
«…pois as armas da nossa milícia não são carnais, mas poderosas em Deus, para demolição de fortalezas; derribando raciocínios e todo baluarte que se ergue contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência a Cristo:» II Coríntios 10:4-5

back to top