Casamento move o coração de Deus

Comentários
Desejar o casamento restaurado é algo, sem dúvida, que move o coração de DEUS.
Mas, como todo processo de separação, de repúdio, ficam os traumas, as sequelas emocionais, as feridas abertas na alma de quem sofreu o repúdio.
A dor de ser repudiado (a) é uma das piores que existem. Primeiro, a pessoa foi repudiada não por um amigo, por um colega de trabalho ou de infância, mas pelo próprio cônjuge, a quem, um dia, declarou amor e decidiu construir uma família para toda a vida.
A dor do repúdio é igual à dor da traição.
Todos os alicerces desabam na vida de quem foi repudiado (a). É como se lhe faltasse o chão.

No livro em que escrevi, DESTRUA O DIVÓRCIO ANTES QUE ELE DESTRUA O SEU CASAMENTO, comparo a ação de repudiar à morte.
Hoje, eu diria que até é pior.
Quando você enterra alguém é para sempre. Você, de certa forma, é conformado, pois sabe que todos nós um dia vamos enfrentar aquela realidade.
Com o repúdio é bem diferente. Ninguém se casa para ser infeliz, com um tempo curto de duração, muito menos para ser repudiado. Por isso, diz-se sempre que a mulher repudiada é viúva de um marido vivo.
Algumas consequências imediatas sofridas pelo (a) repudiado (a):
1)    Desestrutura emocional e psicológica;
2)    Emagrecimento, queda no aspecto físico;
3)    Queda drástica da auto-estima;
4)    Lágrimas constantes; falta de apetite; vontade de ficar deitado; perder o sentido da vida;
5)    A chegada da depressão; isolamento social, vergonha diante dos parentes e amigos;
6)    Queda no rendimento profissional;
7)    Achar que tudo está perdido, que a vida acabou, que nada tem mais jeito.

Essas são apenas algumas consequências.
Levantar-se depois de uma queda nunca é fácil. Mas é muito possível.
É possível uma pessoa repudiada sair da lama e dar a volta por cima em sua vida até ter o casamento restaurado?
Hoje respondo com tranquilidade que SIM.
Eu vivi todas essas experiências. E sei o quanto isso é possível.
Claro que a volta por cima dependerá muito do poder de reação da pessoa repudiada.
Algumas orientações necessárias:

1)    Desligue-se completamente do seu cônjuge. Respeite o direito dele de não querer mais estar ao seu lado. Essa consciência é de extrema importância. Não queira que ninguém viva ao seu lado forçosamente. Seja sábio (a). Valorize-se! Mude o foco. Seu foco agora não será mais o seu marido ou esposa (pois ele ou ela está opresso), muito menos a situação em si. Ficar olhando, admirando o problema é a mesma coisa de alimentar a alma das ações do inimigo na vida do seu cônjuge. Não seja plateia de satanás no deserto. Ele atingiu o seu cônjuge e agora o alvo dele é você.
2)    Viva de boca fechada. Não compartilhe do seu problema com mais ninguém. Seja radical em relação a isso. Nem mesmo na igreja, nem entre pessoas que estejam passando pelos mesmos problemas que você. Achar que um vai fortalecer o outro é ilusão. Não entre nessa. Você pode até ter a sensação de melhora, mas é ilusão. O que vai acontecer, se você compartilhar o seu problema com outras pessoas? Vai ficar parado (a) no deserto, ou não vai atravessar como deveria, com saúde espiritual e de posse de todas as bênçãos de DEUS para a sua vida. Feche a boca! Guerra espiritual não se vence com a língua, com a boca aberta, mas em silêncio, em oração e jejum.
3)    Não se isole em seu deserto. Isso é perigoso. Procure um conselheiro, experiente no assunto, que possa te dar toda a cobertura necessária em seu deserto. Esse conselheiro tem que ser uma autoridade de DEUS na sua vida. Não pode ser qualquer pessoa. Criar vínculo compreende estar ligado em todos os sentidos; é conversar todos os dias. Esse novo preenchimento não será à toa, em vão, mas repleto de propósitos. É com o conselheiro que você vai se abrir. Crie o mais forte vínculo possível. Apaixone-se por ele (no sentido espiritual, claro). Mude o seu foco. O seu foco agora será o seu conselheiro. Abra-se com ele, compartilhe tudo, as suas dificuldades em todas as áreas; ore com ele, faça devocionais. O teu conselheiro diário será o instrumento que DEUS utilizará para trazer a cura emocional na sua vida. Você não vai se sentir mais abandonado (a), desamparado (a), desamado (a). E outra: tirando o foco do problema, você só terá benefícios, dentre os quais, a fé renovada e grande saúde espiritual. Também estará lançando fora todas as ansiedades, expectativas, preocupações, medos, insegurança, incredulidade etc. Todas essas coisas atrapalham o agir de DEUS na vida do seu cônjuge. A sua vitória virá quando você estiver totalmente curado (a), esquecido (a), achando até que nada mais terá jeito, que DEUS se esqueceu de você. Libere o mundo espiritual.
4)    Entenda agora que a restauração começa em você. Primeiro passo: ser curado (a). Curado (a) da dor do repúdio, do sentimento de rejeição. Meu irmão e minha irmã, entenda: a sua vida não acabou com o abalo que sofreu a sua família. Nem a sua família está morta, enterrada. Enquanto você acreditar em um DEUS VIVO, sua família também estará muito viva. Quem manda na sua causa é o SENHOR. É ELE quem determina como vai ser o fim da sua história. Sua vida continua sendo muito preciosa para DEUS. DEUS quer te curar, te libertar da opressão, dos sofrimentos, te dar um coração perdoador para, enfim, te proporcionar o milagre da restauração. Conheço pessoas, cujos cônjuges voltaram para casa, mas sem que houvesse cura nelas. Ou seja, a tendência dos velhos erros ocorrerem de novo eram grandes. Vivi experiências com pessoas que, com maturidade espiritual, entenderam que precisam se desligar do cônjuge e se vincularem fortemente a um conselheiro. Ao fazerem isso, foram curadas, tiveram as feridas cicatrizadas, sentiram-se valorizadas, amadas, cuidadas. A cura interior proporcionou transformações físicas agradáveis.

Essas são orientações importantes para quem deseja ter o deserto encurtado, vê-lo acabar mais depressa.
Quando queremos muito uma coisa, criamos expectativas e tudo parece demorado.
Mas quando esquecemos, liberamos o mundo espiritual de nossas ansiedades, e a bênção chega mais depressa.
Obedeça!
Em CRISTO JESUS, guarde esses conselhos em seu coração e aplique-os à sua vida.
A restauração começa em você.
Skype: familiasparacristo

back to top